Blog

Horário de funcionamento

Confira os serviços que atendem as ocorrências causadas pela chuva na ZN

21.07.2015

1195a_final_lindoia_card_07julho21_blog_chuva

Devido à constante chuva registrada nos últimos dias, muitos pontos da cidade estão sofrendo problemas com o volume excessivo de água. Mais de 500 profissionais da Prefeitura de Porto Alegre – entre funcionário do DEP, EPTC e Defesa Civil da capital – estão mobilizados para atender a população nas ocorrências motivadas pelas fortes chuvas. O resultado é a mobilização desses agentes para combater os casos mais críticos que vêm sendo registrados. Diversos serviços também sofrem alterações, causadas pelo impacto da chuva.

 

Confira as ações nos pontos mais críticos da Zona Norte:

 

Defesa Civil – A equipe monitorou todas as áreas de risco durante todo o final de semana. A Vila Asa Branca, no bairro Sarandi, está com água nas vias e alguns pátios, porém ainda sem perigo de entrar nas casas, pois bombas do DEP estão em pleno funcionamento. As regiões mais sensíveis, como Ilhas e Norte, não registram desabrigados.

 

Conforme o coordenador-geral da Defesa Civil, Nelcir Tessaro, no momento não há perigo evidente de rompimento do Dique do Sarandi. “Se houver qualquer necessidade de as famílias saírem de suas casas, nossa equipe uniformizada, devidamente identificada, vai comunicar os moradores”, reforça.

 

Trânsito – Em razão das fortes chuvas, agentes da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) reforçaram o monitoramento nas ruas da Capital. Equipes de mobiliário urbano e de sinalização elétrica da empresa também estiveram em alerta, principalmente, para realizar a manutenção de semáforos.

Mais de 40 pontos apresentaram acúmulo de água em vias da cidade na segunda-feira. Os locais com maior dificuldade de tráfego foram nas avenidas Sertório, Voluntários da Pátria, José Pedro Boésio, nas imediações da estação Anchieta. Devido à falta de energia, 11 semáforos tiveram problemas de funcionamento.

 

Esgotos pluviais – As equipes do DEP monitoram o Arroio Feijó, no bairro Sarandi, em parceria com a Defesa Civil, Ceic, Guarda Municipal e Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs). Das 20 casas de bombas da Capital, 16 funcionam com regularidade e quatro apresentam problemas nas comportas, fazendo com que parte da água bombeada ao Guaíba retorne. O DEP está providenciando os reparos necessários nestes locais.

 

A mobilização dos serviços municipais estende-se, ainda, a atendimentos da Fundação de Assistência Social e Cidadania (Fasc), dos departamentos municipais de Água e Esgotos (Dmae) e de Limpeza Urbana (DMLU) e das secretarias municipais de Meio Ambiente (Smam) e Governança, por intermédio dos Centros Administrativos Regionais (CARs).

 

Limpeza urbana – O DMLU informa que, em função de alagamentos, os caminhões das coletas seletiva e domiciliar não estão conseguindo acessar alguns pontos da cidade. Na Zona Norte, o principal ponto com problemas de acesso é o Recanto do Sabiá, no Rubem Berta. O departamento solicita que a população retenha seus resíduos em casa, evitando que os sacos de lixo acabem entupindo bueiros e bocas de lobo ou contribuindo para o assoreamento de arroios.

 

O DMLU ainda está reforçando as equipes de varrição e de recolhimento de focos de lixo nos bairros Asa Branca e Sarandi a fim de evitar que bueiros e bocas de lobo fiquem obstruídos. Além  disso, o DMLU está preparado para atuar em apoio às famílias atingidas por enchentes no recolhimento de materiais inutilizados e em apoio ao DEP e à Defesa Civil.


Contatos dos serviços municipais

Fala Porto Alegre – Telefone 156

Defesa Civil Porto Alegre – 51-3289.9026

Canais oficiais no Twitter – @ceic_poa , @MetroclimaPOA e EPTC_POA.

compartlhar

Lojas Abertas 16/09