Blog

Horário de funcionamento

Aprovada a ampliação da pista do aeroporto Salgado Filho

5.03.2015

0404a_final_lindoia_card_03mar05_aeroporto_blog

O prefeito José Fortunati comemorou a aprovação da ampliação da pista do Aeroporto Internacional Salgado Filho na reunião do Conselho de Administração da Infraero, realizada nessa terça-feira, 24, em Brasília. Agora a empresa pública inicia o processo de licitação, que será pelo Regime Diferenciado de Contratações (RDC), e inclui o planejamento, projetos, gerenciamento e execução integral de todas as fases do empreendimento. Nos últimos meses, Fortunati reforçou o debate com o governo federal sobre a necessidade e urgência da obra.

 

“Eu não tinha dúvidas de que o Conselho de Administração da Infraero compreenderia a importância dessa obra para Porto Alegre e para o Rio Grande do Sul. Estávamos otimistas. Esperamos que os trabalhos iniciem o mais rápido possível para que, em breve, tenhamos mais segurança, novos voos operando na nossa cidade e mais desenvolvimento para o estado”, disse Fortunati. Ele reforçou que todas as condições necessárias à execução das obras já foram garantidas pela prefeitura, que transferiu a área ao governo federal em janeiro de 2011.

 

A reunião na sede da Infraero, na capital federal, iniciou às 14h. O conselho, que delibera ações estratégicas, acatou a proposta da Diretoria Executiva da empresa, apresentada por voto do presidente da Infraero, Antônio Gustavo Matos do Vale. Com a confirmação, a pista será ampliada em 920 metros, passando dos 2.280 metros atuais para 3.200 metros. A assinatura do contrato foi condicionada à liberação de recursos orçamentários. O dinheiro já foi garantido pelo ministro da Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República, Eliseu Padilha, que informou em visita a Porto Alegre, no dia 6 de fevereiro, que a sua secretaria tem verba para a obra do Fundo Nacional de Aviação Civil.

 

Uma nova condição para que o contrato seja assinado, estabelecida na reunião do conselho, é a emissão de ordem de serviço relativa ao encaminhamento da remoção total das famílias das vilas Nazaré, Dique e Floresta, além dos obstáculos à plena operação da pista. “A prefeitura tem convicção, com base em documentos assinados pela direção da Infraero, que todas as medidas necessárias ao início da obra foram adotadas. Em momento algum a empresa exigiu a retirada de todas as famílias da região e dos obstáculos antes do término das obras. Essas exigências impactam tão somente no início das operações, previsto pela própria empresa para no mínimo daqui a quatro anos”, afirmou Fortunati. De acordo com o cronograma da prefeitura, até o final de 2016 todas as famílias e obstáculos serão removidos. As documentações solicitadas relativas a este cronograma serão enviadas à Infraero.

 

Fonte: PMPA

compartlhar

Lojas Abertas 16/09