Blog

Horário de funcionamento

Seg. a Sáb. das 10h às 22h - Domingos e Feriados: Lojas: 13h às 19h

10 atrações grátis em Porto Alegre

25.07.2017

Entre museus, centros culturais e parques, aproveite o melhor de POA sem gastar um pila!

 

Memorial do Rio Grande do Sul
No primeiro andar, monitores usam uma linha do tempo para contar a história do estado a partir de personalidades como Bento Gonçalves e Luís Carlos Prestes. A exposição também contextualiza vida e obra de artistas gaúchos, como Elis Regina e Érico Verissimo.

 

Parcão (Moinhos de Vento)
Cercado por vias movimentadas, parece um oásis no meio do movimentado bairro – um lago e muito verde dão o clima de sossego ao lugar. Aqui o dia sempre começa com aulas abertas de ioga, às 8h. Nos fins de tarde, crianças brincam no bom parquinho infantil, e a pista de cooper recebe muitos corredores.

 

Fundação Iberê Camargo
O prédio branco, projetado pelo português Álvaro Siza, foi premiado na Bienal de Arquitetura de Veneza. À beira do Guaíba, a construção tem quatro andares interligados por rampas, que circundam o saguão. Os três primeiros pisos são ocupados com mostras temporárias de arte contemporânea, e o quarto andar é dedicado às pinturas do gaúcho Iberê (1914-1994).

Santander Cultural 
A antiga sede do Banco Nacional do Comércio tem exposições de arte, o Acervo da Moeda (com cédulas antigas) com mostras de cinema a R$ 6 o ano todo. A sala de projeção fica em um dos antigos cofres – no outro, funciona o Café do Cofre.
Theatro São Pedro
Quando não há espetáculos em cartaz,  você entra no salão principal e observa os detalhes da construção, devolvida em público em 1984, após quase ter sido destruída por cupins. No memorial, no subsolo, um monitor explica a história do lugar.

 

Parque da Redenção (Farroupilha)

Lugar ideal para levar a dupla cuia e garrafa térmica e tomar um chimarrão, bem ao modo dos porto-alegrenses. O parque mais tradicional da cidade tem monumentos, palmeiras, pedalinhos, minizoo e orquidário espalhados por 38 mil m² da área verde, entre o bairro Bom Fim e a boêmia Cidade Baixa. Todo domingo, é sede do Brique da Redenção, feira de antiguidades e artesanato.

 

Casa de Cultura Mário Quintana 
Decadente, o hotel Majestic – o mais luxuoso de Porto Alegre no início do século 20 – já estava prestes a fechar as portas quando hospedou Mário Quintana, de 1968 a 1980. Restaurado, o prédio exibe, em seus sete andares, acervos sobre o poeta (com a reprodução do quarto onde ele viveu) e sobre a cantora Elis Regina. Há também exposições temporárias e cinema. O jardim do quinto andar e o café, no sétimo, também devem fazer parte da visita.

 

Palácio Piratini
Sede oficial do Governo do Estado, a construção em estilo neoclássico completou 90 anos em 2011. Getúlio Vargas foi o primeiro governador a morar na ala presidencial do palácio, que não está ocupada atualmente ( e é fechada ao público). A visita guiada mostra os belos salões do piso superior, onde há pinturas do italiano Aldo Locatelli.

 

Usina do Gasômetro
A localização da antiga usina é estratégica para quem quer conhecer o mais belo pôr do sol da cidade. Por dentro, o prédio mantém a arquitetura original em espaços com teatro, cinema, exposições, café e livraria. Daqui também partem passeios de barco.

 

Museu de Arte do Rio Grande do Sul (Margs)
Construído para ser a sede da Delegacia Fiscal, o prédio em estilo eclético desenhado por Theo Wiedresphan – que também assina o Memorial do Rio Grande do Sul – tem salas de exposição, loja e café. No acervo, Cândido Portinari e Di Cavalcanti.

compartlhar